Partido mauritaniano saúda repressão do tráfico de pessoas

Nouakchott- Mauritânia (PANA) -- O Partido Mauritaniano para a Defesa do Ambiente (PMDE) congratulou-se com a adopção, pelo Parlamento, da lei que reprime o tráfico de pessoas, segundo uma declaração entregue quarta-feira à PANA.
"Esta legislação qualifica de crime, a partir de agora, o tráfico de pessoas e visa a instauração de uma sociedade igualitária que respeita a dignidade humana com vista a um desenvolvimento económico e social equitativo do país", lê-se no documento.
O Partido de Mohamed Oulkd Dellali "exorta a todos os quadros e militantes, a explicarem e propagarem o conteúdo da nova lei em toda a Mauritânia e além fonteiras, bem como a sua importância para a democracia".
Expressou finalmente o seu apoio à acção do presidente Maaouya Ould Sid'Ahmed Taya.

06 august 2003 18:52:00




xhtml CSS