Parlamento malawí proíbe transmissão do "Big Brother Africa"

Blantyre- Malawi (PANA) -- O Parlamento do Malawi ordenou terça- feira a televisão estatal (TVM) a parar imediatamente a transmissão do espectáculo "Big Brother Africa", que os deputados consideraram de "imoral".
Taylor Nothale, presidente do Comité de Imprensa do Parlamento, disse que tinha recebido uma série de queixas, particularmente de pais, contra o espectáculo.
"As pessoas são sujeitas a imagens horríveis que estão a corromper os princípios morais dos nossos filhos", disse Nothale, deputado da Frente Democrática Unida (no poder).
A sua moção provocou um acesso debate no Parlamento, tendo quase 80 por cento dos deputados presentes votado a favor da proibição imediata do espectáculo.
"Queremos que o governo ponha cobro àquele absurdo na televisão", disse Gwanda Chakuamba, líder da oposição no Parlamento.
Mas, o vice-ministro das Finanças, Phillip Bwanali, estava entre os poucos deputados que se opuseram à proibição imediata, alegando que a TVM estava a transmitir uma versão censurada do programa, produzido pela Multi-Choice sul-africana.
"O que passa na TVM não é directo", adiantou Bwanali, mas a sua voz foi praticamente abafada pelos opositores ao espectáculo.
Por seu lado, o ministro da Informação, Bernard Chisale, aparentemente num dilema, disse que embora estivesse pessoalmente contra a transmissão do espectáculo pela TVM, haviam implicações legais e financeiras a ter em conta.
O director-geral da TVM, Benson Tembo, disse que a TVM, sendo uma televisão pública, iria cumprir com a decisão do Parlamento porque "os deputados que tomaram a decisão são representantes do povo".
Entretanto, Eddie Smith, director-geral da Multi-Choice Malawi, considerou a decisão do Parlamento de infeliz, adiantando que "o que mostramos na TVM é uma versão editada que é censurada para ir de encontro a visão familiar".
O Malawi tinha um representante (Zein Dudah) na "Big Brother House", mas já foi eliminado do espectáculo, cujas actividades dos participantes incluem cenas de sexo captadas pelas câmaras de televisão.

06 Agosto 2003 10:12:00


xhtml CSS