Parlamento Europeu aprova facilitação de acesso de Cabo Verde ao mercado da UE

Praia, Cabo Verde (PANA) – O Parlamento Europeu aprovou oficialmente a proposta da Comissão Europeia, para facilitar o acesso ao mercado da União Europeia (UE) por parte de Cabo Verde no âmbito do Sistema de Preferências Generalizadas+ (SPG+), apurou, quinta-feira de fonte comunitária na capital cabo-verdiana.

A representação da UE na capital cabo-verdiana, Praia, esclareceu que este sistema, que entrou em vigor a 1 de janeiro de 2014, consiste num conjunto de regras que permitem aos exportadores de países em desenvolvimento, “o pagamento de direitos mais baixos” sobre a totalidade ou parte dos produtos que vendem nos 28 países comunitários europeus.

“O acesso ao SPG+ representa um passo marcante para o fortalecimento das relações comerciais entre Cabo Verde e a UE e poderá apoiar a sua integração no sistema económico internacional”, considera a  delegação da UE na Praia.

Sublinha que “as receitas geradas através dum melhor acesso” ao seu mercado “poderão ajudar a integração prática e legislativa de reformas acordadas no âmbito de convenções das Nações Unidas, da Organização Internacional do Trabalho, dos Acordos Ambientais Multilaterais e convenções na área da boa governação”.

Também o Governo cabo-verdiano considerou, quarta-feira, que a decisão do Parlamento Europeu constitui um "passo marcante" para as relações comerciais com a União Europeia.

Num comunicado, o Ministério das Relações Exteriores do arquipélago assinala que, através do "Ato Delegado SPG+", a UE demonstrou que pretende continuar o apoio concedido a Cabo Verde em 2013, com a atualização das preferências generalizadas para 2014.

-0- PANA CS/IZ 09jan2014


09 Janeiro 2014 09:55:05


xhtml CSS