Papa Bento XVI elogia memória do cardeal Gantin

Cotonou- Benin (PANA) -- O Papa Bento XVI enalteceu a memória do cardeal Bernardin Gantin, decano do sagrado colégio dos cardeais falecido a 13 de Maio passado aos 86 anos de idade, em Paris.
Numa mensagem lida nesta quinta-feira em Cotonou pelo seu representante na cerimónia de homenagem do povo beninense ao ilustre defunto, o Papa Bento XVI saudou a memória deste "filho generoso do Benin e de África que se consagrou totalmente à missão do Senhor".
Segundo o Sumo pontífice, este "missionário enraizado na sua cultura" serviu a igreja e o sucessor de São Pedro com dedicação, confiança e abnegação.
Falecido a 13 de Maio passado no hospital Georges Pompidou de Paris, para onde tinha sido evacuado no dia dos seus 86 anos de idade, Bernardin Gantin, cujos restos mortais foram acolhidos quarta-feira à noite no Benin, foi consagrado Cardeal no mesmo dia que o actual Papa Bento XVI.
Depois de diversas missas e vigílias que se sucederam quarta-feira na Igreja São Miguel de Cotonou, o cardeal que será enterrado no grande seminário de Ouidah, recebeu nesta quinta-feira as últimas homenagens das autoridades político-administrativas, da comunidade católica beninense, de África e do mundo, do corpo diplomático, das instituições internacionais e de uma forte delegação do Vaticano.

22 Maio 2008 18:30:00


xhtml CSS