Países sahelianos mobilizam recursos para luta contra desertificação

Praia- Cabo Verde (PANA) -- Nove países sahelianos que integram o Comité Interestatal de Luta Contra a Seca no Sahel (CILSS) reúnem-se, de 16 a 20 de Junho corrente, na cidade Praia, num ateliê consagrado ao reforço das capacidades e do intercâmbio de experiências para a elaboração de estratégias de financiamento e redinamização da mobilização de recursos para a luta contra a desertificação, apurou a PANA na capital cabo-verdiana de fonte oficial.
A formação integra-se no programa de cooperação Sul-Sul designado "Sol Arid", um espaço de solidariedade Saheliana do Mecanismo Mundial, enquadrado na Convenção de Luta contra a Desertificação.
O Sol Arid visa incentivar novas abordagens para a mobilização de recursos financeiros de forma a adaptar-se às novas exigências e necessidades específicas das populações dos países mais afectados pela seca e a desertificação, bem como à evolução das estratégias e mecanismo de financiamento de desenvolvimento.
O ateliê é organizado pelo Ministério do Ambiente e Agricultura de Cabo Verde, em parceria com o Mecanismo Mundial, no quadro da Convenção de Luta contra a Desertificação, e enquadra-se nas comemorações do Dia Mundial de Luta contra a Desertificação que se assinala todos os anos a 17 de Junho.
Este ano, o Dia Mundial de Luta contra a Desertificação é assinalado sob o lema "Combate à degradação dos solos para uma agricultura sustentável".
Trata-se do lema escolhido pelas Nações Unidas face aos novos cenários que se desenham e que está confrontando a comunidade internacional com a crise alimentar, as mudanças climáticas e a necessidade do relançamento do desenvolvimento da agricultura em África.
O CILSS, criado em 1973, está sediado em Ouagadougou (Burkina Faso) e, para além deste país, integra ainda Cabo Verde, Gâmbia, Guiné-Bissau, Mali, Mauritânia, Níger, Senegal e Tchad.

13 Junho 2008 18:48:00


xhtml CSS