Países membros da SADC beneficiarão de 400 milhões de euros da UE

Harare- Zimbabwe (PANA) -- A União Europeia (UE) anunciou terça- feira que vai conceder 412 milhões de euros (quase o mesmo valor em dólares) a seis países da África austral afectados pela seca, para permitir-lhes adquirir alimentos e outros de bens primeira necessidade.
Segundo uma declaração da UE, os beneficiários desta ajuda financieira são o Lesotho, Malawi, Moçambique, Swazilândia, Zâmbia e Zimbabwe.
"A África austral atravessa uma crise humanitária sem precedente com uma situação alimentar dramática, agravada pelas más condições climáticas, problemas políticos e económicos e o impacto da pandemia do HIV/SIDA", lê-se na declaração.
"Os Zimbabweanos representam agora metade das populações necessitadas de uma ajuda de emergência na região", segundo ainda o documento da UE, um dos principais financiadores na região, onde mais de 14 milhões de pessoas estão ameaçadas pela fome.
Uma parte da subvenção da UE servirá para a compra de medicamentos e outros produtos de primeira necessidade.

26 Março 2003 09:14:00


xhtml CSS