Países industrializados chamados a cumprir com compromissos para Fundo Verde

Durban, África do Sul (PANA) – O antigo Secretário-Geral (SG) da Organização das Nações Unidas (ONU), Kofi Annan, sublinhou quarta-feira, em Durban, na África do Sul, a necessidade para os países desenvolvidos de curprirem com os seus compromissos de mobilizar 100 biliões de dólares americanos até 2020 para o Fundo Verde relativo ao         clima.

Annan, SG da ONU de 1997 a 2006, disse que os países desenvolvidos devem clarificar, durante as negociações em curso, a proveniência dos fundos e como serão arrecadados.

"Sem sombra de dúvida, estas discussões sobre as mudanças climáticas decorrem num contexto difícil em que os dirigentes do mundo enfrentam turbulências financeiras e um desemprego crescente, nomeadamente entre os jovens", disse Annan durante o lançamento da conferência sobre a "Agricultura Inteligente" na Conferência das Nações Unidas sobre o clima.

“Embora sejam graves, estes problemas não devem ser utilizados como desculpa para atrasar os progressos sobre as mudanças climáticas. Pelo contrário, eles deverão ser considerados como um aviso", acrescentou.

"A agenda de Durban oferece uma oportunidade de restabelecer a confiança entre o Norte e o Sul, entre os potentes e os fracos e entre os cidadãos e os seus dirigentes. As nossas ambições devem ser as de construir bases sólidas para o quadro jurídico de uma abordagem global, ambiciosa e equitativa para lutar contra as mudanças climáticas", prosseguiu o antigo SG da ONU.

Annan lamentou o fato de os países estarem ainda longe do nível de ambição nos compromissos de atenuação necessários para realizar o objetivo de limitar o aquecimento climático a dois graus celsius.

"É óbvio que não estaremos em condições de paliar estas lacunas nesta semana, todavia devemos utilizar todas as oportunidades para construir com base naquilo que foi decidido em Copenhague e em Cancún (México)  e, por outros termos, quero dizer que devemos desenvolver as instituições para reforçar a Convenção sobre as Mudanças Climáticas que é o nosso quadro de ação comum", concluiu o diplomata ganense.

-0- PANA MM/BOS/ASA/AAS/SOC/CJB/DD    08dez2011

08 décembre 2011 10:32:02


xhtml CSS