PM ivoiriense determinado a exercer seu mandato até 2005

Côte d'Ivoire (PANA) -- O primeiro-ministro ivoiriense Seydou Diarra, promteu exercer "com determinação" o seu mandato até 2005, soube sábado a PANA em Abidjan.
Diarra intervinha num colóquio internacional da Rede dos Intelectuais Ivoirienses para a Democracia e a Governação (RIPDG), "Enquanto gestor dos assuntos do Estado, posso assegurar-vos da minha grande serenidade e determinação de prosseguir, com total responsabilidade e conduta própria, a missão governamental a fim de realizar correctamente o meu mandato até 2005", declarou o primeiro-ministro ivoiriense.
Na situação particular que vive a Côte d'Ivoire, disse, trata-se de uma obrigação que deseja exercer "numa preocupação de equidade, em nome da paz e da estabilidade no país".
Foi assim que Diarra respondeu aos que esperam a sua demissão na sequência de "acusações" contra ele de implicação numa tentativa de golpe de Estado abortada em Paris, com a detenção do sargento-chefe Ibrahim Coulibaly dito "IB" e duma dezena de presumíveis mercenários.
O presidente do partido no poder, a Frente Popular Ivoiriense (FPI), Pascal Affi Nguessan, havia, em conferência de imprensa, acusado Syedou Diarra de ser um dos cúmplices na referida tentativa de golpe de Estado contra o regime de Laurent Gbagbo.

30 Agosto 2003 18:53:00




xhtml CSS