PAM assiste 600 mil pessoas no Burundi

Bujumbura- Burundi (PANA) -- O Programa Alimentar Mundial (PAM) lançou um programa de "salvamento e recuperação" para assistir mais de 600 mil pessoas no Burundi durante três anos, anunciou aquela agência das Nações Unidas.
Para o programa, que iniciou-se em Fevereiro e termina em Janeiro de 2006, serão necessários 294 mil toneladas de alimentos orçados em 195 milhões de dólares, segundo o Representante do PAM no Burundi, Mustapha Darboe.
O programa de melhoria da segurança alimentar visa assistir crianças afectadas pela má-nutrição, mulheres grávidas, bem como pessoas que sofrem de doenças crónicas.
Os refugiados que regressaram ao país, grande parte deles provenientes da RD Congo, serão igualmente beneficiados pelo projecto.
Darboa disse que o PAM está também a levar a cabo actividades humanitárias em escolas, a ajudar camponeses com sementes e a assistir centros sociais para pessoas vulneráveis e pacientes infectados com HIV/SIDA.
O Representante do PAM adiantou que a insegurança alimentar prevalecente no Burundi estava relacionada com os movimentos repetidos da população, condições climatéricas adversas e uma alta densidade populacional.
Segundo o PAM, mais de 67 por cento da população burundesa tornou-se carente e vive abaixo da linha de pobreza devido a guerra que assola o país.

06 Março 2003 11:32:00


xhtml CSS