Oposição burkinabe anuncia marchas de protesto contra novo Código Eleitoral

Ouagadougou, Burkina Faso (PANA) – A oposição política burkinabe apelou esta quinta-feira aos seus militantes para se mobilizar para uma série de marchas de protesto, nos próximos dias, contra a nova lei eleitoral votada a 30 de julho último, com vista a facilitar a votação dos Burkinabes do estrangeiro, em 2020.

No novo Código Eleitoral, os documentos exigidos para se inscrever nos cadernos eleitorais e para votar  são doravante, tanto para os Burkinabes do interior como do exterior, o cartão nacional de identidade burkinabe (CNIB) e o passaporte ordinário, enquanto a oposição política exige que esta disposição autorize também a utilização dos cartões consulares.

A nova lei mantém igualmente o recinto único das embaixadas e dos consulados como local de instalação das assembleias de voto, enquanto a oposição propôs o alargamento das assembleias de voto a outras zonas, mas em acordo com o país anfitrião.

"Perante a gravidade da situação (…), a oposição política decidiu  convidar os Burkinabes para uma série de marchas de protesto cuja data da primeira manifestação será anunciada brevemente", lê-se numa declaração comum da oposição.

A oposição exorta os seus militantes e simpatizantes bem como todos os patriotas a mobilizar-se e a estar prontos "para a nova fase do combate que se anuncia", acrescenta a declaração que sublinha que "outras ações estão programadas e serão anunciadaa em tempo  oportuno".

-0- PANA NDT/JSG/FK/IZ 9agosto2018

09 Agosto 2018 12:19:50


xhtml CSS