Onda de agressões contra jornalistas em Puntlândia, na Somália

Mogadíscio, Somália (PANA) – A administração do território somalí autónomo da Puntlândia lançou uma campanha contra a “onda de agressões” de jornalistas nas zonas sob seu controlo e após a detenção, semana passada, do jornalista Abdelmalek Alduune, acusado pelas autoridades de apoiar o Presidente somalí eleito, Mohamed Abdullahi Mohamed “ Farmajo”.

Segundo a imprensa local, as autoridades da Puntlândia detiveram também no fim de semana passado, em Hargeisa, capital deste território, o proprietário e diretor do canal « Universal » que teria sido liberto pouco depois, enquanto Alduune continua preso.

O Sindicato Nacional dos Jornalistas Somalís apelou, num comunicado, às autoridades para libertar o jornalista Alduune encarcerado há seis dias.

Estas publicaram na semana passada uma injunção que proíbe os líderes políticos e os jornalistas das províncias da Puntlândia de viajar para Mogadíscio, capital somali.

A Puntlândia anunciou de forma unilateral a sua separação da República Federal da Somália, em 1991, mas não obteve, até ao presente, nenhum reconhecimento internacional.

-0- PANA AD/IN/TBM/SOC/FK/IZ  22fev2017

22 Fevereiro 2017 07:52:15




xhtml CSS