Oito mortos em colisão entre navio da Marinha e embarcação de migrantes na Tunísia

Túnis, Tunísia (PANA) - Oito pessoas morreram afogadas no naufrágio duma embarcação depois duma colisão com uma unidade naval militar tunisina, domingo à noite, ao largo das ilhas de Kerkennah, no sudeste da Tunísia, anunciou, segunda-feira o Ministério tunisino da Defesa.

A Marinha tunisina resgatou 38 sobreviventes, todos Tunisinos, bem como oito corpos, acrescentou o Ministério num comunicado, indicando que as operações de salvamento prosseguem e que foi aberto um inquérito para determinar as circunstâncias do acidente.

As ondas de migrantes a partir das costas tunisinas para a Europa aumentaram, nomeadamente depois do reforço da supervisão marítima a nível das costas líbias pelas unidades militares italianas e líbias.

As travessias clandestinas das fronteiras tunisinas aumentaram sensivelmente durante 2017 em comparação com 2016.

Assim, durante este ano, 164 tentativas foram abortadas e mil e 652 migrantes detidos, dos quais mil e 384 tunisinos,  e 75 passadores, revelaram fontes próximas da Guarda Costeira tunisina.

A participação das mulheres nestas tentativas atingiu cinco porcento da totalidade das operações em 2017, incluindo mulheres grávidas, precisaram as mesmas fontes, indicando que dois presumíveis terroristas foram detidos quando tentavam chegar às costas italianas.

-0- YY/IN/IS/MAR/IZ 09out2017

09 Outubro 2017 20:39:38


xhtml CSS