OIM preconiza ação urgente contra fome na Somália, Iémen e Nigéria

Genebra, Suíça (PANA) – Mais de 20 milhões de pessoas no Sudão do Sul, na Somália, no Iémen e no nordeste da Nigéria estão confrontadas com níveis extremos de insegurança alimentar, anunciou esta terça-feira a Organização Internacional das Nações Unidas  para as Migrações (OIM).

Uma seca grave, os conflitos, a insegurança,  a violência extrema e/ou a deterioração económica provocaram a fome em várias regiões de cada um daqueles países, indicou a OIM num comunicado publicado em Genebra, acrescentando que esta situação põe em perigo vários milhões de vidas e obriga vários milhões de pessoas a deslocar-se para  procurar alimentos e água.

A OIM está a trabalhar com os parceiros (outras agências da ONU, Organizações não Governamentais e Governos) para dar um apoio vital a cada um dos países afetados.

“A inação poderá significar a fome para vários milhões de pessoas », declarou  o diretor das Operações e Emergências da OIM, Mohammed Abdiker.

“ A OIM e os parceiros precisam de recursos vitais para continuar a ajudar os que sofrem da seca, da insegurança alimentar e da fome.

« Nós temos uma oportunidade para impedir a fome de propagar-se e de afetar cada vez  mais pessoas  nestes quatro países e em outros, mas apenas se nós agirmos rapidamente », acrescentou.

-0- PANA DJ/MA/FJG/JSG/FK/IZ 1março2017

01 Março 2017 16:28:32




xhtml CSS