Oficial líbio de forças especiais liberto depois de detido em fevereiro de 2018

Tripoli, Líbia (PANA) – O chefe de frentes de combate das Forças Especiais líbia, o comandante Mahmoud Al-Warfali, foi liberto de prisão em Al-Marj, no norte do país, e encontra-se na cidade de Benghazi, no leste do país, indicaram fontes militares concordante.

Em fevereiro último, o comandante Al-Warfali rendeu-se ao Exército Nacional líbio dirigido pelo marechal Khalifa Harfter, dizendo que o seu caso « é da competência do Exército e não se pode falar disto ».

A detenção do comandante Al-Warfali pelo Comando Geral das Forças Armadas seguiu-se às críticas a nível internacional sobre "execuções sumárias" cometidas por este último contra 10 pessoas diante de uma mesquita, na cidade de Benghazi.

A 23 de fevereiro último, o comandante Al-Warfali foi colocado na lista vermelha das pessoas procuradas pela Interpol (Polícia Internacional) e, paralelamente, um mandado de captura internacional foi emitido pelo Tribunal Penal Internacional (TPI) por suspeitas de crimes de guerra, dos quais sete casos de homicídio, indicou a Interpol.

O comandante Mahmoud Al-Werfali está a ser procurado pelo TPI por crimes de guerra, sendo  assim por isto objeto dum mandado de captura internacional desde 15 de agosto de 2017.

Também pairam sobre ele suspeitas de pelo menos sete crimes em 2016 e 2017,  nomeadamente disparos contra vários civis ou combatentes ou a eliminação dos mesmos.

-0- PANA BY/IS/SOC/FK/DD 5julho2018

05 Julho 2018 11:35:25


xhtml CSS