Obasanjo promove em Abuja negociações sobre conflito em Darfur

Addis Abeba- Etiópia (PANA) -- As partes envolvidas no conflito em Darfur (oeste do Sudão) vão reunir-se a 23 de Agosto em Abuja, sob os auspícios do actual presidente da União Africana (UA) e chefe de Estado nigeriano, Olusegun Obasanjo, que está a liderar os esforços da organização continental para o alcance duma solução política para a crise.
Membros do governo sudanês e os dois principais movimentos rebeldes em Darfur - o Movimento da Justiça e Igualdade (JEM) e o Movimento de Libertação do Sudão (SLM) - deverão participar na reunião.
A Comissão da UA informou em Addis Abeba que o encontro seria uma sequência da sessão anterior realizada de 15 a 17 de Agosto na capital etíope, que foi boicotada pelas lideranças dos dois movimentos rebeldes sudaneses.
Apesar das partes ao encontro terem apresentado as suas posições sobre o conflito, o Conselho de Paz e Segurança (CPS) da UA lamentou a ausência dos líderes do JEM e do SLM.
Numa reunião realizada a 27 de Julho, o CPS ressaltou a necessidade da retomada urgente do diálogo e apelou as partes para que fossem representadas "ao mais alto nível na próxima ronda de negociações políticas".
O CPS sublinhou igualmente a necessidade dos representantes à próxima ronda de negociações terem "um mandato claro e negociarem de boa fé, com vista a alcançar uma solução duradoura para o conflito em Darfur".
Entretanto, o presidente da Comissão da UA, Alpha Oumar Konaré, e o enviado especial da UA em Darfur, Hamid Algabid, consultaram as partes envolvidas no conflito para acelerarem a retomada do diálogo político, indicaram segunda-feira fontes da UA.

09 Agosto 2004 10:07:00




xhtml CSS