Obasanjo exorta médicos nigerianos a suspenderem greve

Lagos- Nigéria (PANA) -- O Presidente nigeriano, Olusegun Obasanjo, exortou quarta-feira em Abuja os médicos das instituições públicas a suspenderem a greve iniciada segunda- feria para exigirem o pagamento dos seus salários e subsídios, soube a PANA de fonte oficial em Lagos.
A porta-voz de Obasanjo, Remi Oyo, disse à imprensa que o governo pagará em Janeiro todos os direitos devidos aos médicos.
"Ele (Obasanjo) convida os médicos, em nome da humanidade e do juramento que prestaram, a compreenderem que o governo tomará todas as iniciativas para garantir o pagamento dos salários", declarou Oyo.
Os médicos nigerianos iniciaram, após um ultimato de 21 dias, uma greve que paralisou o sistema sanitário e o funcionamento dos hospitais do país.

09 Dezembro 2004 09:55:00


xhtml CSS