ONU saúda nova decisão do Governo sudanês sobre Darfur

Nova Iorque- Estados Unidos (PANA) -- O Secretário-Geral (SG) das Nações Unidas, Ban Ki-moon, congratulou-se segunda-feira com a aceitação pelo Sudão do fornecimento dum "apoio pesado" pela ONU aos soldados de manutenção da paz da União Africana (UA) em Darfur (oeste sudanês) assolado pela guerra civil.
"Estou encorajado por este desenvolvimento e pretendo agir para um desdobramento rápido em estreita colaboração com a União Africana", declarou Ki-moon num comunicado transmitido segunda-feira após a recepção da carta que confirma o acordo do Governo sudanês.
O comunicado assinado pelo porta-voz das Nações Unidas, Michele Montas, indica que o SG anunciou a sua decisão de consultar igualmente o Governo sudanês sobre a questão do desdobramento.
"Espero do Governo sudanês que forneça com urgência infraestruturas necessárias à concessão "do apoio pesado" à UA, incluindo a permissão de procurar fontes de água", disse o SG da ONU no seu comunicado.
Apelou aos países fornecedores de tropas e de polícias bem como aos doadores de fundos "para se mostrar generosos a fim de reforçar o mais rapidamente possível a operação de manutenção da paz em Darfur".
O ex-vic e-ministro sul-coreano dos Negócios Estrangeiros lançou por outro lado um apelo para a cessação imediata das hostilidades no local e dos ataques contra os soldados da paz da UA.
Ban revelou igualmente que as Nações Unidas vão intensificar os seus esforços para garantir a aplicação dos acordos de Addis Abeba (9 de Abril de 2007) e de Abuja (5 de Maio de 2006) que visam a execução dum processo político global e a garantia duma protecção eficaz à população.
"Além disso, estarei em estreita consulta com os Estados da União Africana e da Liga Árabe a fim de velar para que os problemas humanitários registados em Darfur sejam aliviados", frisou o funcionário sul-coreano ao serviço das Nações Unidas.
Ban Ki-moon e o presidente da Comissão da União Africana, Alpha Oumar Konaré, bem como os membros do Conselho de Segurança da ONU iniciaram segunda-feira em Nova Iorque consultas de alto nível sobre a crise de Darfur iniciada em Fevereiro de 2003.
Estas consultas priorizam o processo político, o acesso humanitário e a eficácia das operações de manutenção da paz implementadas na região.

17 Abril 2007 20:26:00




xhtml CSS