ONU reforça participação política de mulheres na RDC em iniciativas de paz

Kinshasa, RD Congo (PANA) - A Organização das Nações Unidas mobilizou-se para reforçar a participação política e da liderança das mulheres da República Democrática do Congo (RDC) nas iniciativas locais, nacionais e regionais de paz, segurança e desenvolvimento, soube a PANA de fonte oficial no local.

Para o efeito, encontra-se na RD Congo, desde segunda-feira última, uma missão das Nações Unidas liderada pela secretária-geral adjunta das Nações Unidas, Amine J Mohammed, segundo um relatório das Nações Unidas sobre a atualidade neste país, a que a PANA teve acesso quinta-feira.

De acordo com o documento, a missão tem igualmente como objetivo favorecer uma mobilização acrescida das mulheres nos países visitados e levar a visibilidade dos seus papéis na promoção da prevenção dos conflitos.

A missão pretende ainda destacar o papel delas na realização dos objetivos de desenvolvimento sustentável de maneira geral até  2030, lê-se neste documento cujo lema é "Reforçar a participação das mulheres e a sua liderança na paz, segurança e desenvolvimento".

Segundo a mesma fonte, a missão pretende ser uma plataforma encarregue de levar a voz e as experiências das mulheres aos decisores e aos dirigentes políticos, incluindo os ministros e chefes de Governo dos países visitados, bem como os dirigentes da comissão da União Africana (CUA) e aos membros do Conselho de Segurança da ONU.

Fazem parte desta delegação, além de Amine J Mohammed,  Phumzile Mlambo-Ngcuka, sub-secretário-geral das Nações Unidas e diretora executiva da ONU Mulheres, Pramilia Patten, representante especial do Secretário-Geral para questões ligadas à violência sexual durante conflitos, e Bineta Diop, enviada-especial do presidente da Comissão da UA para as Mulheres, Paz e Segurança.

-0- PANA KON/BEH/SOC/MAR/DD 27julho2017

27 يوليو 2017 09:37:04




xhtml CSS