ONU pede mais empregos de responsablidade para mulheres no seu seio

Nova Iorque, Estados Unidos(PANA) - A Sub-Secretária-Geral das Nações Unidas, Asha-Rose Migiro, apelou para um maior esforço para aumentar o número de mulheres em altas funções no seio desta organização, afirmando que elas ocupam na sua maioria postos mais baixos, apesar do número crescente de mulheres já recrutadas para cargos de direção.

Migiro lançou este apelo, sexta-feira, durante uma reunião do Grupo sobre a Igualdade de Direitos para as Mulheres nas Nações Unidas.

Segundo ela,  o Secretário-Geral Ban Ki-moon "quase duplicou", desde a sua ascensão ao cargo, em 2007, o número de mulheres em postos do nível de Sub-Secretária-Geral ou superior, incluindo representantes especiais, cujo número passou de 21 para 38 em setembro deste ano.

Durante o mesmo período, disse, o número de mulheres com nível de Sub-Secretária-Geral passou de 8 para 19.

"O Secretário-Geral declarou a todos os quadros seniores o seu desejo de os ver nomear mulheres qualificadas em altos cargos. São boas novas mas não podemos parar enquanto não conseguirmos uma perfeita igualdade", sublinhou.

A Sub-Secretária-Geral indicou, todavia, que o aumento anual do número de mulheres nas categorias profissionais ou superiores foi apenas de 0,8 porcento nos últimos três anos.

Nesses esforços para resolver o problema de paridade de gêneros, ela sugeriu que "as Nações Unidas escutam as mulheres que deixaram a organização antes de atingir posições de responsablidade".

"É imperioso que ouçamos diretamente as mulheres em causa e que introduzamos mudanças concretas", declarou.

-0- PANA AA/BOS/ASA/DIM/IZ 20nov2011

20 Novembro 2011 17:33:03


xhtml CSS