ONU pede cessar-fogo imediato em Tripoli

Tripoli, Líbia (PANA) - A Missão de Apoio das Nações Unidas na Líbia (MANUL) condenou, quarta-feira, a escalada de violência na região metropolitana de Tripoli, que entrou no seu terceiro dia, e pediu um cessar-fogo imediato em todas as frentes.

O representante especial do Secretário-Geral da ONU na Líbia, Ghassan Salame, apelou às partes líbias para que cessem imediatamente as hostilidades, para retomar as negociações de cessar-fogo e  encontrar soluções de longo prazo para garantir a segurança da capital, das suas instituições e dos seus residentes.

Salame também esteve em contacto com os membros do Conselho de Segurança das Nações Unidas, e com os atores regionais e internacionais com influencia sobre as partes líbias para pedir a calma e o fim da mobilização militar, refere uma declaração da MANUL.

Durante uma reunião com o presidente do Conselho Presidencial líbio, Fayez al-Sarraj, em Tripoli, Salame salientou a necessidade de o Governo de União Nacional líbio assumir plenamente as suas responsabilidades face aos críticos desafios de segurança económica.

A MANUL reafirmou o seu compromisso com a Líbia e prometeu continuar a trabalhar em todo o país para ajudar os Líbios na via de um Estado unificado, estável e funcional.

Confrontos armados opõem, desde segunda-feira, forças do Batalhão dos Thowars de Tripoli, apoiadas pelas Forças de Apoio Central de Abu Slim, às forças da chamada Brigada 7, conhecida sob o nome de Al-Kaniat, apelido do seu comandante, e todas elas agindo sob a égide do Governo de União Nacional.

-0- PANA BY/JSG/IZ 30agosto2018

30 أغسطس 2018 09:30:45


xhtml CSS