ONU favorável à mediação líbia em Darfur, segundo diplomata

Tripoli- Líbia (PANA) -- O embaixador da Líbia junto das Nações Unidas, Abderrahmane Chalgham, anunciou que os membros do Conselho de Segurança da ONU pediram oficialmente ao seu país para prosseguir os seus esforços com vista a uma solução ao problema na província ocidental sudanesa de Darfur e ao diferendo entre Sudão e Tchad.
Durante uma entrevista concedida sexta-feira à cadeia de televisão satélite Al-Jazira, Chalgham disse ter defendido, durante a sua presidência do Conselho de Segurança das Nações Unidas em Março de 2009, que o mandado de captura do Tribunal Penal Internacional (TPI) emitido contra o Presidente sudanês, Omar Hassan El Bechir, "não serve nem a paz nem a reconciliação no Sudão e não acelerará uma solução em Darfur".
O embaixador da Líbia na ONU evocou também o papel do seu país no apaziguamento das relações sudano-tchadianas e precisou que a Líbia copreside, com o Congo, ao grupo de contacto formado pela União Afriana (UA), lembrando que o seu país supervisiona patrulhas comuns nas fronteiras entre o Tchad e o Sudão.
A situação no terreno está sob controlo após a retomada das relações diplomáticas entre os dois países vizinhos graças à iniciativa do guia Muamar Kadafi, disse.
Sobre as ajudas internacionais concedidas a África, Chalgham sublinhou a necessidade de os Africanos assumirem as suas responsabildades para pôr termo aos diferendos e aos conflitos armados no continente e consagrar-se a explorar as enormes potencialidades e os recursos naturais da região e livrar-se do recurso às ajudas externas condicionadas.

05 Abril 2009 16:01:00




xhtml CSS