ONU exige inquérito sobre desaparecimento de 11 pessoas na RCA

Nova Iorque, Estados Unidos (PANA) – O Escritório do Alto Comissariado das Nações Unidas para os Direitos Humanos (OHCHR) exige um inquérito sobre o desaparecimento na República Centroafricana (RCA),  há 15 meses, de 11 pessoas, das quais cinco mulheres e uma  criança.

O OHCHR declarou, num comunicado transmitido sábado último à PANA em Nova Iorque, que tropas da República do Congo detiveram pessoas em Boali, uma pequena cidade no norte de Bangui, a capital da RCA, na sequência de um tiroteio.

Citado no documento, o porta-voz da Comissão das Nações Unidas para os Direitos Humanos, Rupert Colvill , afirmou que « um testemunha disse ter ouvido gritos estridentes, choros e  disparos nas instalações ocupadas pelo comandante do contingente congolês ».

Uma outra testemunha disse também ter ouvido vários disparos e uma  terceira testemunha afirmou que, algumas horas mais tarde, o comandante do continente congolês bateu na sua porta para lhe pedir duas pás alegando que elas eram necessárias para consolidar as posições de defesa do contingente, acrescentou.

O porta-voz sublinhou no entanto que tropas congolesas não fazem parte da força de manutenção da paz da Organização das Nações Unidas (ONU) desdobrada na RCA.

-0- PANA AA/SEG/ASA/BEH/FK/DD  07junho2015

08 Junho 2015 08:45:51




xhtml CSS