ONU e seus parceiros defendem cessar-fogo no norte da Somália

Mogadíscio, Somália (PANA) – As Nações Unidas e os seus parceiros declararam-se quinta-feira fortemente preocupados com os conflitos armados no norte da Somália, instando as partes em causa a cessarem imediatamente atos de violência.

A ONU retomou informações segundo as quais combates violentos com armas pesadas eclodiram sexta-feira de manhã perto de Tukarap, na província de Sool, no norte, entre as forças da Puntlândia (nordeste) e da Somalilândia (norte).

"Os parceiros internacionais apelam às duas partes para cessarem imediatamente os combates, iniciando o diálogo entre os comandantes militares no terreno, a fim de garantir o acesso humanitário às pessoas deslocadas, lançar negociações sobre uma separação das forças e uma troca de prisioneiros », indica um comunicado conjunto.

De acordo com a nota, as violências agravam "uma situação humanitária já difícil, recentemente a que se junta o impacto do ciclone tropical Sagar. Os confrontos só aumentar o sofrimento das populações nesta localidade".

O apelo de quinta-feira última para um cessar-fogo imediato foi aprovado pela ONU, pela União Africana (UA), pela União Europeia (UE), pela Autoridade Internacional de Desenvolvimento (IGAD), pela Bélgica, pela Dinamarca, pela Etiópia, pela Finlândia, pela Alemanha, pela Irlanda, pela Itália, pelos Países Baixos, pela Noruega, pela Suécia, pela Turquia, pelo Reino Unido e pelos Estados Unidos.

-0- PANA MA/FJG/JSG/FK/DD 25maio2018

25 مايو 2018 14:27:36




xhtml CSS