ONU e União Africana instadas a sancionar Sudão

Kampala- Uganda (PANA) -- O Conselho de Segurança das Nações Unidas deveria impor um embargo imediato ao Sudão como o fez com a Côte d'Ivoire, defendeu o diário "New Vision" editado na capital ugandesa, Kampala.
A resolução que impõe um embargo imediato sobre a venda de armas para a Côte d'Ivoire foi apoiada pela França cuja força de manutenção da paz foi atacada este mês, provocando a morte de nove soldados.
A União Africana (UA) exortou a ONU a impor tais sanções após um encontro decorrido em Abuja (Nigéria), a semana passada.
Num editorial intitulado "Côte d'Ivoire OK, Agora Darfur", o New Vision convida a ONU e a UA a agir com a mesma celeridade para resolver "o outro grande problema do continente, a província sudanesa de Darfur".
"Depois de tudo, o sofrimento humano agravou-se em Darfur onde milhares de pessoas morreram e milhões de outras ficaram deslocadas", salientou o jornal.

21 Novembro 2004 16:48:00


xhtml CSS