ONU defende "medidas rigorosas" contra milícias no Burundi

Túnis, Tunísia (PANA) – O alto comissário  das Nações Unidas para os Direitos Humanos, Zeid Ra’ad  Al Hussein, apelou às forças governamentais e de segurança no Burundi para tomarem "medidas rigorosas" contra as milícias e realizar inquéritos sobre as violações de mulheres a fim de julgar os autores desses crimes em Tribunal.

Exortou igualmente a população burundesa para privilegiar o processo de paz e bem-estar, como única  via para sair da crise e do estado de medo no país, insistindo ao mesmo tempo na  necessidade de observar tolerância zero contra os "grupos perigosos que realizam atividades extremistas".

As autoridades policiais foram chamadas a tratar com igualdade todas as manifestações políticas em conformidade com os critérios e direitos internacionais que garantem a liberdade de reunião.

Ele convidou os líderes da oposição a assegurar protestos pacíficos dos seus apoiantes e a evitar o discurso odiento ou reagir de forma violenta às provocações.

-0- PANA AD/IN/BEH/SOC/FK/IZ 17abril2015

17 Abril 2015 09:27:22


xhtml CSS