ONU condena morte de capacete azul na RCA

Bangui, República Centroafricana (PANA) - O Secretário-Geral das Nações Unidas, António Guterres, condenou a morte de um soldado da paz marroquino ocorrida domingo na República Centroafricana (RCA).

Guterres convidou, por isso, as autoridades deste país a investigar sobre o incidente e a julgar os autores.

"O Secretário-Geral está consternado pelos ataques contra as forças de manutenção da paz das Nações Unidas", declarou Farhan Hag, porta-voz adjunto do Secretário-Geral da ONU.

O soldado marroquino da Missão de Estabilização Integrada Multidimensional da ONU na RCA (MINUSCA) foi morto, na cidade de Bangassou, no sudeste da RCA, durante um ataque atribuído às milícias antibalaka e em que três outras pessoas ficaram feridas.

O Secretário-Geral "está profundamente preocupado" pela continuação dos combates no sudeste do país e apela a todas as partes para deixar a violência, declarou o porta-voz,  notando que o chefe da ONU apresentou as suas condolências à família enlutada e ao Governo de Marrocos e que desejou rápidas melhoras aos feridos.

-0- PANA VAO/AKA/IS/IBA/MAR/IZ 25 julho2017

25 juillet 2017 09:53:41




xhtml CSS