ONU condena morte de agentes de saúde em Darfur-Oeste

Cartum, Sudão (PANA) – As Nações Unidas anunciaram a morte de dois agentes de saúde, um motorista e um vacinador, no Estado de Darfur-oeste, mas se abstêm de acusar qualquer parte de ser responsável por estes crimes.

Num comunicado de imprensa, o coordenador humanitário residente das Nações Unidas no Sudão, Ali Al-Zata’ri, declarou que as Nações Unidas «condenam com firmeza » a morte dos dois agentes do Ministério da Saúde, que faziam parte duma equipa de vacinação de crianças vulneráveis contra o sarampo em Darfur-Oeste.

«As minhas sentidas condolências às famílias e aos amigos das vítimas », exprimiu Al-Za’tari no seu comunicado.

« Eu peço a todas as partes para garantir a proteção do pessoal que trabalha para dar assistência às populações necessitadas no Sudão », sublinhou.

O comunicado lembra que o Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF)  e a Organização Mundial da Saúde (OMS) ajudam a fazer com que todas as crianças sudanesas sejam imunizadas.

-0- PANA MO/VAO/NFB/JSG/FK/TON  30nov2013

30 Novembro 2013 17:51:32


xhtml CSS