ONU condena ataques contra capacetes azuis na República Centroafricana

Nova Iorque, Estados Unidos (PANA) – A Missão Multidimensional Integrada das Nações Unidas de Estabilização na República Centroafricana (MINUSCA) condenou firmemente segunda-feira os ataques repetidos contra capacetes azuis depois de dois ataques contra eles ocorridos nos últimos cinco dias.

Segundo a MINUSCA, uma caravana logística escoltada por um contingente paquistanês foi atacada domingo último por um grupo de pessoas armadas, a cerca de 20 quilómetros de Dekoa, na prefeitura de Nana Gribizi, situada no norte do país.

Ela sublinhou que os capacetes azuis reagiram rapida e eficazmente tendo apreendido armas.

« Este ofensiva acontece três dias depois de uma contra uma caravana  proveniente de Bambari escoltada por um contingente mauritano entre Grimari e Sibut, durante a qual  cinco pessoas, entre as quais capacetes azuis, ficaram feridas. Segundo as primeiras informações, um grupo de cerca de 50 elementos armados dispararam contra capacetes azuis e civis que estavam a reparar um veículo avariado da caravana”, indicou.

A missão qualificou igualmente estes ataques de « cobardes e irresponsáveis » exigindo a cessação imediata de tais atos contra as suas forças e os seus locais de trabalho.

Denunciou qualquer discurso provocador que acuse a torto e direito seus contingentes  sublinhando que tais alegações, algumas das quais com conotação religiosa, podem pôr em  dúvida a imparcialidade das suas tropas.

A MINUSCA preveniu igualmente que « tais atos não ficarão impunes e os seus autores e mentores responderão pelos seus atos diante dos tribunais competentes».

-0- PANA AA/AR/ASA/TBM/SOC/MAR/DD 18out2016

18 Outubro 2016 10:55:46




xhtml CSS