ONU condena ataque terrorista contra hotel em Mogadíscio

Mogadíscio, Somália (PANA) – O representante especial do Secretário-Geral (SG) da Organização das Nações Unidas (ONU) na Somália, Michael Keating, condenou energicamente o atentado de carro armadilhado lançado contra o hotel SYL em Mogadíscio terça-feira última e  que fez cerca de 20 mortos e mais de 20 feridos.

Naltura, vários altos responsáveis governamentais e deputados do Parlamento Federal participavam numa reunião no seio do hotel, mas nenhum dentre eles faz parte das vítimas, segundo um comunicado oficial transmitido à PANA.

O movimento rebelde e islamita Al-Shabaab reivindicou este ataque ocorrido perto do Palácio Presidencial e do edifício que alberga o Parlamento Federal, lê-se na nota.

"Extremistas violentos atacaram mais uma vez um hotel na capital somalí. Com efeito, o ataque de hoje é o terceiro do género contra o hotel SYL desde o início de 2015”, acrescentou Keating num comunicado de imprensa.

Depois de cada ataque, a direção e o pessoal do hotel procedem à sua refeição e reabrem as suas portas para retomarem as suas atividades num prazo mais breve possível.

Segundo Keating, o hotel SYL mostrou a « prova evidente da extraordinária resiliência do povo somalí que se recusa a deixar-se intimidar pela campanha de terror de al-Shabaab », lê-se na nota.

Responsáveis pela segurança pública detiveram veículos cheios de explosivos logo depois de se aproximaram das grelhas da portaria do complexo Villa Somalia, o que reduziu as perdas de vidas humanas.

"Os nossos pensamentos e as nossas orações vão às famílias das vítimas falecidas neste ataque hoje", lamentou Keating.

-0- PANA AR/ASA/TBM/MAR/DD 31agosto2016

31 Agosto 2016 14:01:40




xhtml CSS