ONU autoriza desdobramento de Missão da União Africana na Somália

Nova Iorque, Estados Unidos (PANA) – O Conselho de Segurança das Nações Unidas autorizou os Estados-membros da União Africana (UA) a manter o desdobramento da Missão da UA na Somália (AMISOM) por um período suplementar de 10 meses até 30 de maio de 2016.

O Conselho de Segurança, numa resolução adotada por unanimidade terça-feira, tomou nota da recomendação do Secretário-Geral da ONU, Ban Ki-moon, segundo a qual as condições não seriam apropriadas para uma operação de manutenção da paz das Nações Unidas no país até finais de 2016.

Ele prorrogou igualmente o mandato da Missão de Assistência Especial das Nações Unidas na Somália (ONUSOM) até 30 de março de 2016, sublinhando a necessidade para a AMISOM e a ONUSOM de reforçar as suas relações para garantir um apoio ao processo político do país.

O órgão da ONU autorizou igualmente o desdobramento de 22 mil e 126 soldados para a AMISOM e pediu uma reconfiguração « estruturada e identificada » da missão para permitir a melhoria da sua eficácia.

« Até 30  de outubro de 2015, a União Africana deverá ter desenvolvido, em estreita colaboração com as Nações Unidas, um novo conceito de operações para a missão », declarou o Conselho.

Ao sublinhar a importância do apoio da ONUSOM ao processo político na Somália, em particular a preparação do processo eleitoral em 2016, o Conselho exortou a missão a reforçar a sua presença em todos os departamentos das administrações regionais interinas da Somália.

Ele notou que o desdobramento do pessoal civil nas capitais regionais deverá igualmente ser uma prioridade a fim de melhorar o planeamento conjunto entre as componentes militares e civis.

Relativamente à segurança nacional, o Conselho saudou a adoção do Plano « Guulwade » (Vitória) pelo Governo Federal da Somália, considerando ser « uma etapa crucial para a criação dum Exército nacional mais eficaz ».

-0- PANA AA/SEG/AKA/BEH/IBA/FK/TON 29 julho 2015

29 Julho 2015 17:35:20




xhtml CSS