ONU apela à comunidade internacional para ajudar Cabo Verde face ao mau ano agrícola

Praia, Cabo Verde (PANA) – O Sistema das Nações Unidas (SNU) pediu uma intervenção da comunidade internacional para apoiar Cabo Verde a fazer face aos efeitos do mau ano agrícola que afeta o arquipélago devido à seca, apurou a PANA na cidade da Praia.

O apelo foi lançado pela coordenadora do SNU em Cabo Verde, Ulrika Richardson, quando visitava a localidade de Chã de Monte, uma das zonas agrícolas e pecuárias no município de Santa Catarina, onde estão evidentes os efeitos da seca que assola o arquipélago.

Ulrika Richardson explicou que esta situação é uma “preocupação geral”, pelo facto de se estar ainda em outubro, faltanto, portanto, ainda um ano para a próxima época de chuva.

“O que pude constatar é que a situação é efetivamente muito séria”, afirmou a coordenadora do SNU, citada pela agência cabo-verdiana de notícias (Inforpress).

Entre as necessidades para minimizar esse “impacto devastador”, a alta funcionária onusina apontou a capacidade de se poder salvar o gado, a produção de alimentos e sobretudo equilibrar o rendimento das famílias.

Segundo ela, o Governo já terminou a preparação de vários projetos e que agora está à procura de financiamento extraordinário para poder responder à situação.

No caso específico da ONU, Ulrika Richardson fez saber que, através da Organização das Nações Unidas para Alimentação e Agricultura (FAO), tem em curso um trabalho de preparação e também de apuramento do ponto da situação, tendo em conta que para responder a essas situações tem que se conhecer bem a situação real.

Ela considera que a situação reinante, nomeadamente, nas localidades que visitou no município de Santa Catarina, onde toda a produção agrícola deste ano “está perdida”, exige que se dê uma resposta com “urgência”.

O mau ano agrícola vai ter impacto não só a nível da agricultura e pecuária, mas sim a todos os níveis, principalmente social.

-0- PANA CS/IZ 27out2017


27 Outubro 2017 15:22:03


xhtml CSS