ONU Mulheres disponibiliza $ 10,5 milhões para projetos de autonomização

Nova Iorque, Estados Unidos (PANA)   - A Entidade das Nações Unidas para a igualdade dos sexos e autonomização das mulheres (ONU Mulheres) prometeu conceder 10,5 milhões de dólares americanos de subvenções a organizações que trabalham na promoção da autonomização económica e política das mulheres em África, Ásia, Pacífico, América Latina e Caraíbas, bem como na Europa e na Ásia Central.

A ONU Mulheres indica num comunicado chegado sexta-feira à PANA, em Nova Iorque, que estas subvenções serão concedidas para iniciativas que visem melhorar de modo tangível as condições de vida das mulheres, desde o incentivo de candidaturas femininas às eleições até à gestão de recursos para o seu sustento e o das suas famílias.

A organização acrescenta que a aprovação das propostas de acesso a estas subvenções será anunciada em outubro próximo.

Segundo a diretora executiva da ONU Mulheres, Michelle Bachelet, o Fundo das Nações Unidas para a Igualdade dos Sexos vai conceder subvenções diretas para a autonomização e a participação política das mulheres.

Estes investimentos são essenciais para as mulheres e para a promoção da igualdade dos sexos, da democracia e dum crescimento económico inclusivo", declarou Bachelet, que anunciou igualmente os beneficiários dum outro concurso para as propostas dos Estados Árabes.

Bachelet precisou que 15 organizações vão receber um total de 4,85 milhões de euros de subvenções para trabalhar em programas inovadores de promoção da participação política das mulheres no Egito, na Líbia e no Iémen.

Os outros projetos, acrescentou, referem-se à maximização do uso da tecnologia para a defesa e a promoção de iniciativas de desenvolvimento sustentáveis dirigidas por mulheres no Marrocos rural, na Argélia e nos territórios palestinos ocupados.

"Nestes tempos de mudança histórica, não podemos abandonar as mulheres à sua sorte. Estas subvenções vão apoiar os esforços das mulheres para conseguir uma maior igualdade económica e política, neste período de transição", indicou.

Desde a sua criação, em 2009, o Fundo das Nações Unidas para a Igualdade dos Sexos investiu um total de 43 milhões de dólares americanos em 40 países para projetos de igualdade entre homens e mulheres.

-0- PANA AA/SEG/FJG/JSG/CJB/IZ 02mar2012

02 Março 2012 18:26:33




xhtml CSS