OMS fornece medicamentos e material a seis hospitais de Brazzaville

Brazzaville, Congo (PANA) – Para aliviar a pressão criada pela greve no no Centro Hospitalar e Universitário (CHU) de Brazzaville, o maior estabelecimento hospitalar do país, a representante no Congo da Organização Mundial da Saúde (OMS), Fatoumata Binta Diallo, entregou, no fim de semana, kits médicos e equipamentos a seis hospitais, anunciou a rádio pública.

Para o efeito, Fatoumata Binta Diallo e a ministra congolesa da Saúde e da População, Jacqueline Lydia Mikolo, visitaram os hospitais de Talangaï, Bacongo, Makélékélé, Mfilou, bem como o hospital militar e o CHU, um gesto muito apreciado pelos gestores destas entidades.

Os movimentos de greve no setor da saúde aumentaram o fluxo dos doentes na maioria dos hospitais de Brazzaville.

"Portanto, precisava-se de ajudar as estruturas sanitárias para absorver o excedente, colocando à sua disposição medicamentos e outros equipamentos", estimou a representante da OMS, no Congo.

Por outro lado, o diretor-geral do Hospital Central das Forças Armadas, general Pascal Ibata, congratulou-se com a doação, que, segundo ele, vai permitir reforçar a capacidade de cuidados a doentes.

-0- PANA MB/JSG/CJB/IZ 23out2017

23 Outubro 2017 18:41:39


xhtml CSS