OMS envia medicamentos à Líbia

Tripoli, Líbia (PANA) - A Organização Mundial da Saúde (OMS) enviou uma carga de  medicamentos essenciais à Líbia, onde mais de 400 mil pessoas ficaram deslocadas devido ao conflito armado em curso e à consequente insegurança, anunciou uma fonte segura esta quinta-feira em Tripoli.

Trata-se de kits de tratamentos de emergência e de outros produtos oferecidos pelo Governo italiano, bem como medicamentos e artigos essenciais adquiridos no quadro das alocações do Fundo Central destinado a casos de emergência.

Estes produtos médicos oferecem tratamentos de socorros a mais de 250 mil pessoas, precisa a mesma fonte.

Em consequência do conflito em curso em várias províncias, estabelecimentos sanitários na Líbia anunciaram uma grave penúria de pessoal médico e de medicamentos, além do seu impacto nos serviços de emergência e hospitalares nas zonas que albergam um grande número de pessoas deslocadas, nomeadamente Benghazi, no nordeste, Tripoli, capital do país, e Misrata (leste).

Em várias províncias tais como Benghazi e Zenten, os hospitais foram encerrados devido a danos registados, ou à insegurança, que constitui o obstáculo mais difícil para os estabelecimentos de saúde ainda de serviço.

-0- PANA BY/JSG/FK/DD 12março2015

12 Março 2015 11:15:06


xhtml CSS