OMS apoia certificação de Cabo Verde como país livre da pólio

Praia, Cabo Verde (PANA) - Uma equipa técnica da Organização Mundial da Saúde (OMS) iniciou, esta segunda-feira, uma missão em Cabo Verde para apoiar as autoridades locais na preparação da documentação a ser apresentada, em novembro próximo, para a certificação da erradicação da poliomielite no arquipélago, apurou a PANA de fonte oficial.

A missão, que integra membros da Comissão Regional de Certificação da Pólio em África (CRCA) e da Equipa de Apoio Inter-Países para a África Ocidental (IST-WA) da OMS, quer que a apresentação da documentação de Cabo Verde seja “um exercício de sucesso” na luta contra a efermidade.

A OMS informou que Cabo Verde foi identificado pela CRCA para apresentar o seu dossiê para a certificação da erradicação da poliomielite, na próxima reunião da Comissão, entre 21 e 25 de novembro, em Yaoundé, nos Camarões.

Esta apresentação seria como resultado de “muitos esforços e desafios enfrentados” no combate à erradicação da doença.

Durante a visita de cinco dias, estão previstas sessões de trabalho na Cidade da Praia e visitas de terreno no interior da ilha de Santiago, com a finalidade de se verificar a “exatidão e plenitude” da documentação e indicar recomendações para sua melhoria e finalização.

Na última Reunião Anual da CRCA, órgão independente para supervisionar o processo de certificação na Região Africana e criado pela Direção Regional da OMS para África, em junho passado, Cabo Verde, Argélia e Gabão foram escolhidos para prepararem e apresentar a documentação completa para certificação da erradicação da poliomielite.

Segundo a OMS, Cabo Verde não notifica casos de poliomielite há mais de 15 anos consecutivos.

O continente africano, em geral, tem feito grandes progressos para erradicar a poliomielite (também chamada de pólio ou paralisia infantil), mas a Organização das Nações Unidas (ONU) alerta que ainda há muito a fazer em termos de campanhas de vacinação e medidas de vigilância reforçadas para que se consiga erradicar efetivamente a doença em África.

A poliomielite é uma doença "altamente infeciosa", causada pelo pólio vírus que afeta principalmente as crianças com idade inferior a cinco anos.

Este vírus invade o sistema nervoso central e, em poucas horas, pode causar a paralisia de um ou mais membros.

Infeta apenas os seres humanos e transmite-se pela eliminação de fezes contaminadas que entram em contacto direto com pessoas não vacinadas.

Propaga-se rapidamente e o período de incubação varia entre sete e 14 dias.

-0- PANA CS/IZ 17out2016

17 Outubro 2016 16:15:44


xhtml CSS