OMS adverte da utilização de seringa de risco

Túnis, Tunísia (PANA)   - A utilização da mesma seringa ou das mesmas agulhas para fazer injeções a várias pessoas contribui para a propagação de diversas doenças infeciosas mortais, advertiu segunda-feira a Organização Mundial da Saúde (OMS).

Segundo o diretor da OMS para o Departamento HIV/Sida, Gottfried Hirnschall, « é absolutamente indispensável adotar-se seringas seguras para proteger as pessoas em toda parte no mundo contra este flagelo, a hepatite e outras doenças ».

Um estudo feito pela OMS em 2014 revela que, em 2010, quase um milhão e 700 mil pessoas foram contaminadas pelo vírus de hepatite B,  351 mil pelo vírus de hepatite C  e 33 mil e 800 outras pelo HIV/Sida  na sequência duma injeção não segura.

-0- PANA AD/IN/IS/FK/DD 24fev2015

24 Fevereiro 2015 08:21:12


xhtml CSS