OCI defende solução política para violência na Líbia

Tripoli, Líbia (PANA) -  Responsáveis dos países vizinhos da Líbia apoiam a opção política para a crise na Líbia, excluindo qualquer solução militar, apesar da escalada da violência, declarou quarta-feira em Addis Abeba o enviado especial do Secretário-Geral da Organização da Cooperação Islâmica (OCI) na região do Sahel, Djibril Bassolé.

Durante a sua reunião quarta-feira última na capital etíope, Addis Abeba, Bassolé afirmou que os desenvolvimentos da situação de segurança na Líbia e as preocupações crescentes conexas devem encorajar os países vizinhos da Líbia e os próprios Líbios, bem como toda a comunidade internacional a apoiarem as negociações com vista a uma solução política.

Numa declaração à imprensa, após este encontro e uma segunda reunião da União Africana sobre a Líbia, ele frisou que a opção militar na Líbia não é necessária de momento.

"Há já negociaciões que começaram realmente", acrescentou, o enviado especial da OCI na região do Sahel, referindo-se ao diálogo inter-Líbio que decorre em Genebra (Suíça) sob os auspícios das Nações Unidas.

Bassolé pediu, nessa ocasião, a todas as partes líbias presentes na mesa das  negociações de fazer todos os esforços para chegarem a um acordo sobre uma solução política no país, o que, a seu ver, permite isolar terroristas, quer dentro quer fora do país.

Anunciou que o Tchad  vai acolher a próxima reunião, a sexta do género, dos países vizinhos da Líbia.

-0- PANA BY/DIM/DD 28jan2015

29 Janeiro 2015 12:38:33




xhtml CSS