OCI condena ataque-suicida contra hotel de Mogadíscio

Túni , Tunísia (PANA) – A Organização da Cooperação Islâmica (OCI) condenou com veemência o ataque-suicida perpetrado quarta-feira última contra um hotel de Mogadísico, a capital somalí, pelo movimento islamita e rebelde Shabab, soube-se de fonte segura.

A OCI apresentou as suas sentidas condolências as famílias das vítimas, ao Governo e ao povo somali, desejando rápidas melhoras aos feridos.

"Estes ataques cobardes que visam responsáveis governamentais e civis, representam apenas tentativas dos inimigos do Islão a fim de sabotarem a operação eleitoral em curso na Somália", deplorou a organização.

A OCI reafirmou a sua posição de princípio, denunciando todas as formas de violência e de extremismo que ameaçam não apenas os países-membros, mas a paz e a segurança internacionais.

Sublinhou consequentemente a necessidade de se reforçar a parceria internacional para se fazer face à ameaça terrorista.

De acordo com a fonte,  elementos de Shabab invadiram a unidade hoteleira depois de ter feito explodir um carro armadilhado na portaria.

O último balanço deste ataque dá conta de 32 mortos e de 43 feridos, dos quais quatro assaltantes, indica-se.

-0- PANA AD/IN/JSG/FK/DD 27jan2017

27 Janeiro 2017 08:50:33




xhtml CSS