OCI condena assassinato de governador na Somália

Djedda, Arábia Saudita (PANA)   - A Organização da Cooperação Islâmica (OCI) condenou vigorosamente o assassinato do governador da província somalí de Galguduud (centro), Mohamed Ali Alami, e do seu irmão, abatidos sexta-feira à noite em Mogadíscio por elementos do movimento al-Shabab.

O secretário-geral da OCI, Yousef A. Al-Othaimeen, apresentou as suas "sentidas condolências" às famílias das vítimas e ao Governo somalí, afirmando que este "crime ignóbil" é contrário a todos os valores do Islão.

Ele exortou as autoridades somalís a fazer o seu possível para deter os autores deste crime e entragá-los à Justiça.

Yousef A.Al-Othaimeen reafirmou a posição de princípio da OCI contra o extremismo violento e o terrorismo, e renovou a solidariedade da organização para com o novo regime somalí nos seus esforços para a estabilidade e a paz no país, e a sua determinação de  lutar contra o grupo terrorista al-Shabab "que continua a ameaçar a paz e a segurança da Somália e da região".

-0- PANA AD/IN/JSG/FK/IZ 7ago2017

07 Agosto 2017 21:40:34




xhtml CSS