OACI exorta aviões de carreira a assinalar suas posições cada 15 minutos

Nova Iorque, Estados Unidos (PANA) - Os aviões de carreira serão brevemente obrigados a assinalar as suas posições sobre os voos de 15 em 15 minutos a  fim de melhorar as diretivas de segurança para a indústria da aviação, declarou quinta-feira a Organização Internacional da Aviação Civil (OACI).

Num breve comunicado publicado na sede das Nações Unidas, em Nova Iorque, a OACI indica que a nova norma fará parte duma iniciativa mundial de controlo, na sequência do desaparecimento do voo da Malaysia Airlines MH370.

A perda do MH370,  em março de 2014, desencadeou uma campanha mundial para  um sistema que tornará possível localizar o itinerário exato e a última posição duma aeronave, lembra a nota.

Citando John IIIson, chefe de Segurança da OACI, Secção Operacional, o documento refere que a norma em causa, se for adotada, "poderá entrar em vigor brevemente".

"A proposta é garantir que as aeronaves no espaço aéreo oceânico não coberto por um sistema de controlo da navegação aérea como o radar, reportem em troca as suas operações pelo menos de 15 em 15 minutos para se certificar de que a posição da aeronave seja conhecida numa base mais frequente que a situação de hoje", explicou Illson.

Segundo ele, a OACI pretende que o sistema de controlo entre em vigor, a partir desde ano, a fim de que as companhias aéreas possam começar a executar os procedimentos.

Ele admitiu, no entanto, que os países iriam precisar de tempo para criar os regulamentos e regras antes de a norma se tornar obrigatória.

"A OACI poderá efetivamente forçar as companhias aéreas a agir  para que as normas que ela estabelece se tornem geralmente em exigências regulamentares nos seus 191 Estados-membros, mas a agência prefere tomar decisões por consenso", acrescentou IIIson.

-0- PANA AA/AR/MTA/BEH/SOC/FK/IZ 9jan2015

09 Janeiro 2015 19:50:08




xhtml CSS