O Níger dota-se de um centro de promoção de investimentos

Niamey- Niger (PANA) -- O Níger acaba de se dotar de um centro de promoção de investimentos (CPI) que servirá de centro de acolhimento e de informação aos investidores nacionais e estrangeiros, soube a PANA de uma fonte próxima da Câmara de comércio e indústria artesanal de Niamey.
O CPI foi criado para ser um lugar de intercâmbio e de concertação dos actores económicos, um centro de recursos informativos, de detecção, de constituição e de promoção de projectos, bem como de promoção do produto Nigerino.
No acto de apresentação do centro, o seu director, Daouda Moustapha, indicou que o CPI visa essencialmente a promoção das exportações e o desenvolvimento industrial, gracas a implementação de mecanismos favoráveis a incentivação do investimento privado no Níger.
Segundo o ministro do Comércio e Indústria, Seyni Omar, "é uma oportunidade para os operadores económicos (nigerinos) terem este centro de promoção de investimentos".
O Estado nigerino, recorde-se, decidiu desde 2001 consagrar uma parte dos seus recursos às infra-estruturas deste género no quadro da promoção do sector privado.
Além do CPI, o Níger tém já um centro de formalidades de empresas (CFE).
Nutre-se, no ministério (nigerino) do Comércio e Indústria, a esperança de que o CPI tenha efeito de alavanca de comando no projecto de transformação dos produtos agro-pecuários cuja a valorização é uma prioridade para o governo.
A construcção do CPI foi possível graças a cooperação francesa e o enquadramento dos actores económicos será feito através da cooperação descentralizada, segundo ainda a mesma fonte.

28 Novembro 2002 10:46:00


xhtml CSS