Novos cidadãos sírios provenientes de Marrocos acolhidos na Argélia

Argel,  Argélia (PANA) - Cidadãos sírios, dos quais uma mulher grávida e crianças, acabam de ser acolhidos na Argélia depois de bloqueados desde 17 de abril último em Figuieg, em Marrocos, indicou quinta-feira o porta-voz do Ministério argelino dos Negócios Estrangeiros, Abdelaziz Benali Cherig.

Citado pela agência oficial, o Cherig disse que o representante do Alto Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados (ACNUR), Hamdi Boukhari, foi recebido quinta-feira no Ministério dos Negócios Estrangeiros para receber esclarecimentos sobre a decisão das mais altas autoridades argelinas de acolherem, a título humanitário, no seu território, o grupo de cidadãos sírios.

Para o porta-voz argelino, "este gesto humanitário excecional da Argélia tem em conta a situação particularmente difícil na qual se encontrava estes indivíduos e ilustra a vontade da Argélia de pôr termo a isso neste mês sagrado do Ramadão».

Sublinhou que a Argélia fez este gesto por solidariedade para com o povo irmão da Síria na conturbado que está a atravessar uma crise.

Acrescentou que "é este mesmo dever de solidariedade" que  levou a Argélia a acolher, no seu território, mais de 40 mil Sírios desde o início, em finais de janeiro de 2011, da crise que afeta este país irmão.

-0- PANA AD/IN/BEH/SOC/FK/DD 2junho2017

02 Junho 2017 13:59:41


xhtml CSS