Novo comandante para Missão Híbrida em Darfur nomeado

Addis Abeba, Etiópia (PANA) – Um novo comandante da Missão Conjunta União Africana e Organização das Nações Unidas em Darfur (MINUAD) acaba de ser nomeado, anunciou um comunicado oficial.

Trata-se do general Leonard Muriuki Ngondi do Quénia, lê-se neste documento que cita o  Secretário-Geral da Organização das Nações Unidas (ONU), António Guterres, e o presidente da Comissão da União Africana (CUA), Moussa Faki  Mahamat.

Ele substitui o general Frank Mushyo Kamanzi do Rwanda, de 58 anos de idade, cujo empenho e a clarividência no cumprimento da sua missão mereceram as felicitações de Guterres e de Mahamat.

Atualmente comandante do Colégio Nacional de Defesa, desde 2016, Ngondi teve uma carreira fulgurante no seio das Forças Armadas Quenianas de mais de 39 anos.

Ele já foi chefe do Estado-Maior das Forças Armadas Quenianas (2015-2016), oficial general e chefe do Comando do Oeste e oficial general para a zona Leste e instrutor-em-chefe no Colégio da Defesa, brigadeiro e comandante da Escola de Infantaria.

Também desempenhou as funções de comandante da Missão das Nações  Unidas para a Libéria em 2012 (KENBATT), da Missão da ONU na Serra Leoa em 2000.

Em 1990 , ele foi destacado no quadro do contingente queniano para o Grupo de Assistência das Nações Unidas para a Transição na Namíbia.

O novo comandante da MINUAD  é diplomado pelo Colégio Nacional de Defesa e pelo Grupo Colégio de Defesa.

É detentor de uma licenciatura em Ciências Humanas e Sociais da Universidade da África do Sul estando presentemente a fazer Master’s em Estudos Internacionais na Universidade de Nairobi.

-0- PANA AR/ASA/BEH/SOC/FK/DD 9agosto2017

09 Agosto 2017 16:27:55




xhtml CSS