Novo PM ivoiriense anuncia formação do novo Governo

Abidjan- Côte d'Ivoire (PANA) -- O novo Governo ivoiriense será conhecido esta terça-feira ao passo que o novo formato da Comissão Eleitoral Independente (CEI) será sabido no decurso desta semana, anunciou segunda-feira à noite o primeiro-ministro ivoiriense, Guillaume Soro.
Trata-se dos resultados dos encontros que o Presidente burkinabe, Blaise Compaoré, manteve no mesmo dia com todos os actores envolvidos no processo de saída da crise na Côte d'Ivoire, disse Soro.
Segundo o primeiro-ministro, as negociações permitiram aos actores políticos ivoirienses entenderem-se para fazer avançar o processo de saída da crise e, sobretudo, para restabelecer a paz no país.
Compaoré, facilitador na crise ivoiriense, que se encontra desde segunda- feira, ao início da tarde, em Abidjan, para tentar "apagar o fogo", já se encontrou com líderes dos principais partidos da oposição, bem como com representantes do corpo diplomático.
Já se avistou também com o chefe da Operação das Nações Unidas na Côte d'Ivoire (ONUCI), Yo Choi, o primeiro-ministro e o Presidente ivoiriense, Laurent Gbagbo.
"Os resultados são satisfatórios quer a nível da aceitação das partes signatárias do Acordo de Marcoussis para se envolver numa reconstrução do Governo quer no tocante à preparação das eleições", regojizou-se o Presidente burkinabe.
Segundo ele, as partes entenderam-se igualmente a recompor a Comissão Eleitoral Independente no decurso desta semana.
"Estes resultados permitirão às partes "trabalhar muito rapidamente sobre a qualidade de lista eleitoral segundo o modo operatório prescrito, e, sobretudo, realizar outras tarefas que vão permitir fixar muito rapidamente o uma data para as eleições presidenciais deste ano", sublinhou o Presidente Compaoré.
A dissolução do Governo e da CEI a 12 de Fevereiro corrente pelo Presidente Laurent Gbagbo, na sequência do caso dos 429 mil eleitores irregularmente inscritos na lista eleitoral provisória, despoletou uma crise grave no país.
A oposição lançou diversos movimentos de protesto em Abidjan e em várias cidades do país que fizeram vários mortos, dezenas de feridos e numerosos danos materiais.

23 Fevereiro 2010 19:09:00




xhtml CSS