Nove mortos em ataque contra Ministério somalí do Interior

Mogadíscio, Somália (PANA) – Nove pessoas morreram e 10 outras ficaram feridas na explosão, sábado, de um carro armadilhado diante do Ministério somalí do Interior, situado perto do Palácio Presidencial e da sede do Parlamento, em Mogadíscio, a capital, anunciou a Polícia somalí.

Segundo uma rádio local, dois ataques perpetrados por homens armados do movimento al-Shabab visaram a sede do Ministério, no centro de Mogadíscio, onde homens  armados chegaram ao local vestidos de polícias antes de um kamikaze fazer-se explodir, seguindo-se depois instensos disparos de armas de fogo.

O site informativo « La Nouvelle Somalie » afirmou que os disparos eram provenientes do Ministério do Interior e que o movimento al-Shabab, filiado à rede terrorista Al-Qaeda, reivindicou o ataque.

Este movimento, que leva a cabo uma insurreição armada há vários anos, lança  regularmente ataques contra instalações governamentais, hotéis e restaurantes na Somália, nomeadamente na capital.

Os seus ataques visam também personalidades políticas, de segurança e militares bem como as forças da Missão da União Africana na Somália (AMISOM).

Observadores receiam, por isso, que a retirada programada das forças da UA da Somália vai aumentar as dificuldades do país.

Numa altura em que o movimento al-Shabab está a multiplicar ataques, a Missão africana decidiu pôr termo, em 2020, à presença dos militares membros da sua missão que provêm do Djibuti,  do Burundi, do Quénia, da Etiópia e do Uganda.

-0- PANA YY/IN/IS/SOC/FK/IZ 8julho2018

08 يوليو 2018 13:00:47




xhtml CSS