Nova pauta aduaneira desagrava taxas de artigos pessoais em Angola

Luanda, Angola (PANA) - As taxas de artigos de uso pessoal dos viajantes que chegam a Angola passaram, desde quinta-feira, a ser desagravadas, com a entrada em vigor de uma nova Pauta Aduaneira, segundo responsáveis da Administração Geral Tributária (AGT).

Entre os artigos cujas taxas foram desgravadas figuram os perfumes, de 94 para 43 porcento, o cabelo humano de 83 para 23 porcento, e as as roupas, que passaram para 23 porcento contra os anteriores 43 porcento, precisou Dinis Mário da Silva, delegado da AGT no Terminal de Passageiros do Aeroporto Internacional 4 de Fevereiro, em Luanda.

Dinis Mário da Silva disse, em conferência de imprensa, que outra vantagem para os viajantes  relaciona-se com “os bens enviados como encomendas postais, que são tratados, nesta nova pauta, como  bens de uso pessoal, ao contrário da antiga pauta”.

Em termos de isenções, indicou, as novidades estão também nos equipamentos que vão para reparação, como telemóveis, tablets, televisores e outros aparelhos, cujos proprietários levam para o estrangeiro para reparação.

"Estes bens agora não são cobrados, ao contrário da antiga pauta que obrigava os passageiros a pagar uma taxa", referiu.

O delegado esclareceu igualmente que, na atual pauta aduaneira, é permitido que o viajante   transporte, sem declarar, alguns bens, como três telemóveis, dois litros de vinho, três frascos de perfumes, 400 cigarros, 500 gramas de charutos e um tablet.

-0- PANA ANGOP/IZ 10agosto2018

10 أغسطس 2018 11:07:47


xhtml CSS