Nova minicentral fotovoltaica oferece 150 KV para iluminação pública no Togo

Lomé, Togo (PANA) – Uma nova minicentral fotovoltaica de 150 KV passou a fornecer, desde sexta-feira, energia elétrica aos habitantes da região de Bavou, quase 200 quilómetros a nordeste da capital togolesa, Lomé, soube a PANA esta segunda-feira de fontes oficiais.

A minicentral fotovoltaica foi financiada pela União Económica e Monetária Oeste-Africana (UEMOA), através do Programa Regional de Desenvolvimento das Energias Renováveis e Eficácia Energética (PRODERE).

Quatro aldeias e a rede pública de energia são as beneficiárias desta primeira experiência, num    Projeto que deve alargar-se a 62 outras zonas do país para aliviar as populações do interior em rede elétrica a partir da energia fotovoltaica, indica o Ministério togolês da Energia.

O projeto financiado pela UEMOA em dois biliões de francos CFA (três milhões 555 mil  415 dólares americanos) permitirá a execução do PRODERE  com o apoio da Empresa Africana dos Biocombustíveis e Energias Renováveis (SABER), uma instituição internacional que agrupa 15 Estados africanos dos quais o Togo e seis  instituições financeiras oeste-africanas.

Lembre-se que a taxa de acesso à eletrificação rural  no Togo é de sete porcento atualmente e do serviço de eletricidade no fim de 2016 esteve avaliada em 35 porcento dos lares, com uma disparidade marcada nas zonas rurais.

-0- PANA FAA/JSG/FK/IZ 13nov2017

13 Novembro 2017 12:24:28


xhtml CSS