Nova iniciativa para libertar África Ocidental da fome

Roma, Itália (PANA) – A erradicação da fome na África Ocidental é o objetivo principal dum novo projeto lançado de comum acordo pelos países desta região, pela Alemanha e pela FAO (Organização das Nações Unidas para a Alimentação e Agricultura).

Cofinanciado pelo Governo alemão e pela Comunidade Económica dos 15 Estados da África Ocidental (CEDEAO), este projeto de três anos vai ajudar a CEDEAO e os seus membros a trabalhar com vista a uma África Ocidental livre da fome.

Esta iniciativa articula-se em torno de três eixos, designadamente explorar as políticas e os programas existentes, alargar a participação das partes e ampliar o compromisso político em curso na região.

A Alemanha vai financiar cerca de 2,4 milhões de dólares americanos, enquanto a CEDEAO anunciou o seu compromisso de co-financiar a iniciativa, assegurando ao mesmo tempo a participação adequada de todos os países-membros.

Vários países da CEDEAO registaram um recuo constante das cifras da fome até 2006-2008, mas os progressos abrandaram desde então.

A crise dos preços alimentares em 2008 e uma situação de urgência provocada pela seca, que afetou o Sahel no início deste ano e que colocou cerca de 19 milhões de pessoas em situação de risco de insegurança alimentar revelaram que os países deviam lutar mais ainda se quisessem manter a subnutrição e a desnutrição a níveis baixos nos momentos de stress e choques externos.

O projeto vai trabalhar com os países e as organizações regionais para aumentar o compromisso dos principais decisores e reforçar a sua colaboração em todos os setores de atividades.

Isso implica a sensibilização e a advocacia bem como a criação e o reforço de parcerias multiatores que favoreçam o seguimento e a prestação de contas.

Este engajamento político renovado a favor da África Ocidental deverá traduzir-se em mais alocações orçamentais para a segurança alimentar e a nutrição nos países interessados, devendo, por outro lado, facilitar os investimentos privados a favor dos pobres.

A iniciativa visando libertar a África Ocidental da fome vai apoiar a CEDEAO na implementação do Pacto Regional de Parceria para a implementação do Plano Detelhado de Desenvolvimento Agrícola em África (PDDAA).

Uma importância particular será concedida a três elementos, designadamente o reforço da integração da nutrição nas políticas nacionais e regionais de investimentos agrícolas; uma melhor coordenação no plano da segurança alimentar e da nutrição; e estratégias para que a agricultura e a proteção social caminhem juntamente.

-0- PANA SEG/NFB/JSG/IBA/CJB/IZ 18out2012

19 Outubro 2012 14:27:28


xhtml CSS