Nigéria desembolsa $62 milhões para incentivar produção de pão de mandioca

Lagos, Nigéria (PANA) – O Governo nigeriano desembolsou 10 biliões de nairas, ou seja 61 milhões de dólares, para reforçar a produção de pão de mandioca, anunciou o ministro da Agricultura, Akinwumi Adeshina.

O ministro garantiu que toda maquinaria e o equipamento destinados à produção deste produto serão isentos de taxas aduaneiras.

"Temos de apoiar o Presidente (Goodluck Jonathan) para desenvolver o setor da mandioca. Ele aceitou estudar o nosso pedido relativo à criação de um fundo de 10 biliões de nairas (quase 62 mil dólares americanos) para a mandioca a fim de explorar mais as potencialidades deste setor", indicou o representante do ministro, Martin Fregene, num fórum consagrado a este produto em Agbadu, no Estado de Kogi, no centro da Nigéria.

"Todo o equipamento e a maquinaria destinados à produção do pão de mandioca serão isentos de taxas aduaneiras. Por outro lado, o fundo de desenvolvimento do pão de mandioca servirá para apoiar os esforços de pesquisa-desenvolvimento consagrados à formação dos mestres-padeiros no seu fabrico", disse.

O anúnciou da criação do referido fundo é percebido pelas partes envolvidas como a demostração da vontade do Governo de atualizar a sua política de desenvolvimento do pão de mandioca, criada sob a administração do anterior Presidente, Olusegun Obasanjo.

A Nigéria é o primeiro produtor de mandioca do mundo mas este país da África Ocidental ainda não explorou totalmente o potencial dos sub-produtos desta cultura.

-0- PANA SEG/NFB/JSG/CJB/DD  19jul2013

19 Julho 2013 21:58:53


xhtml CSS