Níger suspende cadeia privada de rádiotelevisão

Niamey- Níger (PANA) -- O Conselho Superior da Comunicação do Níger (CSC) suspendeu terça-feira a cadeia privada de rádio e televisão "Dounia" por desrespeito do seu caderno dos encargos, soube-se quarta-feira em Niamey.
O CSC tinha advertido a cadeia "por divulgação de elementos que incitam à violência", pondo em causa o seu tratamento da informação relativa à detenção do presidente do Movimento Nacional para a Sociedade de Desenvolvimento (MNSD) e ex-primeiro-ministro do Níger, Hama Amadou.
Como no caso da cadeia Dounia, o CSC lembrou à imprensa pública e privada a sua obrigação de "observar escrupulosamente as regras e os princípios de deontologia", na recolha e no tratamento da informação.
Desde a encarceração de Hama Amadou, a radiotelevisão Dounia cobriu regularmente e divulgou declarações e manifestações de apoiantes do ex- primeiro-ministro suspeito de ser o principal accionista da cadeia.

20 Agosto 2008 11:36:00




xhtml CSS